Notícias

Como avaliar o custo-benefício dos serviços terceirizados?

07/11/2017

Fonte: Blog Serviços


Em um ambiente empresarial existem dois tipos de atividades: a principal, que é o serviço que a empresa vende para seus clientes, e a de suporte, serviços que auxiliam toda a organização.

Esses serviços de apoio são o setor de RH, limpeza, compras, portaria e muitas outras funções que são essenciais para o bom funcionamento da empresa, mas não atuam diretamente no produto.

Muitas empresas optam por utilizar serviços terceirizados para realizar tais atividades, pois, assim, consegue se apropriar de todo aporte das empresas especializadas, evitando investir em equipamentos e mão de obra qualificada. Mas como saber se a terceirização é viável?

- Coloque a contratação na ponta do lápis?

Uma das maiores vantagens da terceirização é a qualificação do serviço sem a necessidade de investir em especialização ou tecnologia. Mas nem sempre essa é a melhor opção para realizar uma atividade.

Assim, a primeira coisa a se fazer na hora de avaliar o custo-benefício é colocar todos os gastos na ponta do lápis, somando o da terceirização, as variáveis do contrato, e etc. Com isso, é possível compará-los com os de uma contratação de funcionário e/ou equipamentos próprios.

Após isso, analisa-se a diferença de custo entre as duas opções, avaliando a qualidade dos serviços prestados e verificando qual é a ideal para cada empresa. Não tem motivo pagar mais caro por uma tecnologia avançada que faz o mesmo serviço que a tecnologia “obsoleta”.

- Verifique a flexibilidade do serviço.

Em algumas atividades, é necessário planejar o cronograma com cuidado, pois alguns serviços devem ser realizados com paradas de máquina, por exemplo, como é o caso da limpeza industrial.

Por essa razão, um item essencial na hora de avaliar a necessidade de serviços terceirizados é constatar se ele oferece flexibilidade nos horários, o que permitirá o planejamento em conjunto entre a produção da empresa e a contratada.

Além disso, a flexibilidade dos empregados é um ponto importante que deve ser observado, pois em um setor próprio, caso algum colaborador falte ao trabalho, o serviço dele irá atrasar. Já na terceirização, é bom procurar uma empresa que ofereça reposição de funcionários, evitando atrasos desse gênero.

- Saiba todos os custos envolvidos na quebra de contrato.

A terceirização é um acordo comercial entre duas empresas, logo existe um contrato que defende os direitos e os deveres de ambas as partes. Por isso, é necessário conhecer muito bem as condições de cancelamento da atividade.

Isto porque se o custo de quebra de contrato for muito alto e o serviço insatisfatório, é necessário esperar o término, para conseguir cancelar a contratação.

Com isso, é possível avaliar o custo máximo da terceirização, já levando em conta rompimento de contrato, fazendo com que seja possível avaliar a relação entre custo benefício, no pior caso possível.



Outras notícias